Domingo, 27 de Março de 2005

"Migalhas": Aleluia! Aleluia!

amizade.JPG


Alleluia; Alleluia!


É grito de alegria e de paz.


 É explosão de Amor e Vida.


Bem-aventurado quem semeia no sofrimento resignado, que há-de colher na alegria pacífica!


 Bem-aventurado quem ama, mesmo quando o ódio, trai, flagela, crucifica e mata, porque esse mesmo amor que tudo pode e vence, há-de ressuscitar glorioso e feliz.


 O Amor vence apropria morte.


O aguilhão dela é o pecado, mas o amor venceu e vence o pecado...


E por isso, óh morte! onde está o teu aguilhão, se o Cordeiro está vivo!


Consumou-se a Sua imolação de Amor...


Mas o Sol do Amor infinito; ressuscitou triunfante ao terceiro dia e... para sempre.


Alleluia!...

publicado por DSousa às 12:08
linque da entrada | comentar | favorito
|

"Migalhas" e "Boa Nova": Para o Domingo de Páscoa

gladiador col.borghese.JPG


O jejum que Eu quero não será antes este: quebrar cadeias injustas, desatar laços de servidão, pôr em liberdade os oprimidos, destruir todos os jugos? Não será repartir o pão com o faminto, dar pousada aos pobres, vestir os nus e não voltar costas ao teu semelhante? Isaías, 58,8


Sejamos humildes do coração, evitemos toda a espécie de soberba, vaidade, insensatez e cólera. Sejamos justos. S. Clemente


É tempo de pensar numa vida melhor. Pensar e reviver. Ter consciência das responsabilidades pessoais, familiares, e comunitárias.


 O Cristão vive a Quaresma com o sentido de Páscoa total.  Coelho de Sousa


ninfa polimnia louvre.JPG


Silêncio... Silêncio e purificação de ambientes íntimos e exteriores.


Silêncio é situação de espírito capaz de reflectir, julgar e agir em perfeição.


Há silêncios violentos que podem ser opressão. E há silencios de oiro que são sementeira e germinação de vida e sabedoria.


 Há silêncios de escuridão tenebrosa que levam à morte...


Mas também há silêncios que amanhecem em madrugadas de esplendor divino em que renasce o Amor e a ressurreição da Vida plena. É felicidade sem igual...


Como é bom guardar o silêncio que ressurge na Páscoa do Amor eterno.


publicado por DSousa às 11:11
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Março de 2005

vidalia

Digitalizar0012.jpg
publicado por DSousa às 12:38
linque da entrada | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Março de 2005

"Migalhas": A cruz é bandeira

Digitalizar0012.jpg
> </p>

O homem, desde sempre, inventou sinais para comunicar o bem e o mal nas suas relações... Ainda hoje os povos se individualizam pela bandeira.


A bandeira do povo cristão é a Cruz. Não só o madeiro patíbulo de infâmia mas o crucificado, Jesus Cristo, sinal mais de salvação divina e humana, sacramento vital de Deus para a libertação da humanidade.


 E é por este sinal da Cruz que se identificam todos aqueles que o Senhor tornou felizes na bem-aventurança do seu amor infinito.


Ninguém se devia envergonhar deste sinal que a imolação de Cristo sublimou em graça redentora. É ele que assinala a mais dignificante civilização. 

 Digitalizar0009vidaliapano demesa.jpg


"Um de vós me vai entregar. E é o que mete a mão no prato Comigo... O que leva o pão ensopado no Meu sangue...


Que coisa terrível é a traição... Não há nada mais desumano... Pagar a amizade com um beijo cheio de peçonha mortal!...


O dinheiro é tantas vezes o preço da traição... a consumar invejas e ciúmes...Ganâncias e falcatruas.


Despreza tudo e todos... E até acaba por se desprezar a si. Enforca-se. 


Será que houve só um Judas na história da salvação humana?


Cristo houve só um. Mas cristãos há milhões e milhões. E podia haver muitos mais...


E Judas?

publicado por DSousa às 18:18
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sábado, 19 de Março de 2005

"Migalhas": Solidão

solid3.JPG


Dependemos todos uns dos outros. Absoluta independência não existe. Nem nas pessoas nem nas sociedades; Nem sequer politicamente se é independente.


 Nações absolutamente independentes, que se bastem a si mesmas, não existem. Nem sequer as que se dizem mais poderosas.


 Para confirmar o que fica dito não precisamos sair de casa. Nem sequer do nosso hemisfério.


Vai daí que o egoísmo seja um erro moral terrível. Insuportável. É estado contrário ao ser.


Ninguém é sozinho. Vive sozinho. Será sozinho.


Deus é único e uno na essência mas não se quis sozinho em Pessoas. São três pessoas distintas e um só Deus verdadeiro.


E quantos mistérios há ainda por descobrir no próprio universo criado?


Todo o isolamento egoísta é contrário ao ser.


Há grandes santos cenobitas mas nunca viveram bem sem pensar no outro. Alguém mesmo muito distante e diferente é sempre mais um. . .


 O verdadeiro amor não é solitário.

solid4.JPG

publicado por DSousa às 16:54
linque da entrada | comentar | favorito
|

"Migalhas": Verdades de todos os dias para o Dia do Pai

pai sagfam miguelangelo.jpg


Pai e Mãe são palavras monossilábicas mas enchem o universo. O nome mais bonito e mais doce que Deus tem é o de Pai... Pai Nosso.


E o homem feito à imagem de Deus, só se glorifica quando cria, acima de tudo o seu filho e assim é Pai. E mesmo que nunca se case, e se fique por outras vocações ou serviços será sempre o espírito de Pai que o enobrecerá.


E a Mãe?


 É tão belo e tão santo este nome, esta honra, esta riqueza que o Verbo incarnou por virtude do Espírito Santo no seio de uma mulher, coroada de todas as graças, por ser e para ser Mãe.


Mãe do Filho de Deus, igual ao Pai e ao Espírito, e Mãe da Humanidade por ser quem é e de quem foi a Mãe, bendita entre todas as Mães. Maria - Mãe... por todas as Mães.


Bem empregado e oxalá melhor cumprido o Mandamento que nos manda honrar Pai e Mãe...


Mãe, eis aí o teu filho... Filho, eis aí a tua Mãe.


psagrfamiliaelgreco.jpg


É preciso sabermos usar bem os pronomes possessivos. Meu, teu, seu. Nosso, Vosso. Por estes pronomes se designam as melhores relações humanas. Meu Pai, Minha Mãe... Nossos pais. Meu filho, minha filha. .. Nossos filhos. Nossos irmãos. Nossos avós... Os nossos parentes...


Mas reparemos bem que estes pronomes não são exclusivistas. Ninguém pertence a alguém em sentido absoluto... Somos de Deus. E Deus é de todos para todos. A verdadeira fraternidade não é egoísta. E mesmo que se diga meu esposo ou minha esposa, meu noivo ou minha noiva tem que haver sempre lugar para existir  o Outro que é Deus.


Ninguém está absolutamente só. Há sempre uma sombra, mesmo na solidão...


Deus é o Sol. Ai de nós se Deus não for a Luz da nossa vida.


Tão certa estava a Virgem Maria quando se apelidou humildemente: eis a escrava do Senhor!


 Não só se humilhou como engrandeceu singularmente. O Espírito estava com ela e gerou nela o Redentor de nós todos. O nosso Libertador.


publicado por DSousa às 16:09
linque da entrada | comentar | favorito
|

"Boa Nova": Confiança e Destemor

arte medieval.JPG


Escuta, Israel. Guarda e põe em prática os mandamentos do Senhor. Reconhecerás que Ele é um Deus fiel à sua aliança e à sua benevolência para com aqueles que O amam. Deut. VI,3


Reparemos que todos os justos se adornaram com boas obras e o próprio Senhor Se adornou e alegrou com boas obras. S.Clemente


Quantos de nós teremos a coragem de parar nesta corrida louca da vida moderna e reflectirmos nos mandamentos da Lei de Deus tão actuais como as leis de trânsito. Por estas e aqueles não serem rectamente observados, os desastres são inúmeros. Coelho de Sousa

cruz iluminura.JPG  

O Senhor é a minha luz e salvação: a quem hei-de temer? O Senhor é protector da minha vida de que hei-de ter medo? Salmo. 6


Nada escapa à influência do seu poder. Em tudo e por toda a parte a cada coisa em particular e ao universo em geral, é ELE que dá a vida e a conserva. Sto.Atanásio


Se a nossa Fé fosse capaz de mover montanhas, acreditávamos muito na presença activa de Deus no meio de nós, e não teríamos tanto medo das forças do mal mas sim mais prudência e confiança mútua contra elas. Coelho de Sousa.

publicado por DSousa às 13:04
linque da entrada | comentar | favorito
|

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

.99counter

<
Add to Technorati Favorites
blogs SAPO

.subscrever feeds