Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (X)




(X)




Ele

 Senhora irmã,
Diz assim a linda história,
Ternas bodas de noivado,
- talvez fosse a primavera ! -
Ela e Ele o bem amado,
Depois das horas de espera
noite alta tinham chegado...

E nas mãos, em luas cheias,
acesas cinco candeias...
Que as outras cinco vazias
Se ficaram apagadas...
E foram cinco alegrias
eternamente ofuscadas...


Senhora irmã,
E tu sabes toda a história...
Fechou-se a porta da glória.
E só das Virgens metade
Gozou
do banquete a eternidade...

E tu, irmã?  E tu?
Trazes na alma essa luz
do encontro com Jesus?





Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".




publicado por DSousa às 00:05
linque da entrada | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (IX)



(IX)



Ele

Seja irmã como preferes...
Seja assim como previste...

Se por Deus assim o queres,
junto a ti não fico triste...

E falaremos de amor,
da vida plena e da glória.


Ela


Senhor... a vida!  Vitória!
Que enorme e doce ventura
Ser agora bem segura
a tua palavra divina,
nos lábios de meu irmão...

Senhor,
Faz de luz, a noite escura...
E faz a luz branda e fina,
tombando em meu coração!

A minha boca se cala,
fala, irmão, fala!




Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".






publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (VIII)



(VIII)




Ela

Irmão Bento,
Espera a noite que vem
E quando for já manhã,
irás de vez ao convento...


Repara,
Como vai tão alta a lua
em sua esteira de luz...

E não vês como as estrelas

(coisa rara,
muito embora a tempestade)

Desenharam nas alturas
siderais e sempre belas,
Uma cruz
maior que a tua e a minha...

(tempestade)

No entanto, Irmão Bento,
Eu não te prendo.
Caminha.
Eu bem sei ser mal horrendo
não voltar pela tardinha
para as grades do convento...

Mas é enorme a tempestade..

E Deus por certo não há-de
Castigar a tua ausência...

Que o amor do nosso encontro
não é desobediência.





Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".


publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (VII)




(VII)




Ela

Ouves, irmão,
lá fora
a tempestade?

Não te parece agora ser verdade
que o amor
é maior
que a obediência?
 
Ele

Mas irmã,
como  tens a consciência?
Há já
vinte cinco anos
Que o nosso encontro se dá!
E uma coisa assim estranha
não recordo que se tenha
algum dia aqui passado...

Ela

É a resposta do amor...
É o céu que nos responde,
onde irás, agora, onde ?



Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".



publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (VI)



(VI)




Ele

Irmã, é já chegada a hora.
Pois não ouviste tocar
a sineta do convento?

Foi a chamar a completas...

E da regra o cumprimento
É para todos igual.
Não insistas mais,
por Deus te peço...

Importa o meu regresso.

Adeus!

Voltarei dentro de um ano!

Adeus!

Deixo-te a bênção dos céus,
no amor de Deus.

Pai... Filho... Espírito Santo...


Ela

E há-de ser por esse amor,
Que te não irás embora...

Oh! Céus... Valha-me Nossa Senhora!

(Chora)

Céus! Deus!
Oh! Senhor! Por teu amor!

É a derradeira vez...


Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".


publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
|
Domingo, 21 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (V)




(V)




Ela

Por  Deus! Irás partir?...

Tão cedo...

Eu já não tenho medo
do teu fugir.

Mas gostava tanto
De não quebrar o encanto
do nosso encontro
a meio desta encosta...

Por Deus, irmão Bento,
mais um momento,
aqui junto de mim.
Eu bem pressinto
que o nosso novo encontro
só há-de ser junto ao senhor
no seu amor  sem fim...

Por Deus, deixa-te estar...
E não te vás embora!
             (chora)





Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".









publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Coelho de Sousa: Aquele Adeus era de Irmãos (IV)




(IV)



Ela

Ah! Irmão,
Quisera eu que visses na palma desta mão,
a minha alma e o meu coração...
Que,
contentes,
ardendo em chamas  ardentes,
Irão,
muito em breve ao seu destino...



Ele

É verdade Escolástica e irmã.
Viver aqui é ser-se peregrino
do além.
Por mais longa a vida,
ninguém,
ninguém tem
neste mundo guarida...

Além, muito além...
Além daquele monte,
Além do horizonte
de nuvens e de sol
Que vai a declinar...
Além do nosso encontro aqui...
Além da nossa própria vida aqui,
irmã.


Para a maioria dos leitores que não terão conhecimento dos factos que estão na origem deste texto de Coelho de Sousa, aqui se reproduzem, tal como vêm descritos na Enciclopédia Verbo:
"Santa  Escolástica,Monja, irmã de São Bento (c.480-c.547) Segundo os "Diálogos" de São Gregório Magno, teria sido consagrada à vida religiosa desde a infância, e veio a habitar com outras monjas perto do Mosteiro  de Monte Cassino.  Encontrava-se de vez em quando com  o irmão para  conversarem de assuntos espirituais. Numa ocasião obteve do céu uma tempestade para prolongar o colóquio espiritual. Três dias depois, São Bento viu a sua alma subir aos Céu em forma de pomba, e mandou enterrá-la no seu próprio túmulo".



publicado por DSousa às 00:22
linque da entrada | comentar | favorito
|

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

.99counter

<
Add to Technorati Favorites
blogs SAPO

.subscrever feeds