Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Coelho de Sousa : Neste Rincão

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 

Neste rincão de sonhos ressalgados

Quem beba a madrugada pelo barro
seremos nós, amor.

 

Que o sangue da batalha é nosso fado

E a tábua do naufrágio a que me agarro

é esta ilha-andor.

 

O sol é nosso pão no alguidar

Aposoando a rir emigrações

De enorme saudade.

 

Água de beijo e pranto é este mar

Que alaga e enegrece as solidões

desta insularidade

 

beirada dos telhados e na eira

trilhada em sapateias de verão

com búzios pela tarde

chamando as gentes da Terceira

á ceia do amor, de mão e mão

Solene e sem alarde.

 

Tags:
publicado por DSousa às 00:18
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Junho de 2009

Coelho de Sousa: A Teus pés

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 








 

 

A teus pés, quando a tarde declina

Fatigados do nosso labor

Te ofertamos com todos os homens

O trabalho, o descanso, o amor

 

 

Com a noite nos cercam as sombras

E regressa a avezinha ao seu lar.

Nós buscamos teu refúgio

Teu amor nosso ninho será

 

Quando enfim para ti nos chamares

P’ra nos dar a gozar a tua paz

Na assembleia de todos os santos
Nosso gozo perfeito serás.

 

 

publicado por DSousa às 00:19
linque da entrada | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

Coelho de Sousa : Bem-vindo

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 







 

 

 

 

Bem-vindo sejais, Senhor

Ao povo que vos espera

Convosco chega o amor
Renovado em primavera

 

 

Sois o ministro de Deus

Transmitindo a salvação

 

 

Sois o bom Semeador.

Fazei bem a sementeira

Que é terreno do Senhor
a paróquia da Feteira

 

 

E tereis em cada peito

A pulsar um coração

Que vos aceita em respeito:

Mais que mestre, amigo-irmão

 

 

Tudo o que somos e temos

Logo vos damos, de vez:

É por Cristo que vivemos

E a Senhora das Mercês

 

 

 

 

publicado por DSousa às 00:59
linque da entrada | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Junho de 2009

Coelho de Sousa : Inventaria...

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 






 

 

Inventaria o que fosse

Pelos teus olhos tão claros

Pelos teus lábios tão doces

Naqueles beijos tão raros

 

 

 

Que me ilibava a vida

Dos tormentos de ser eu

Com a alma embevecida

No amor que se viveu

 

Tags:
publicado por DSousa às 00:53
linque da entrada | comentar | favorito
|
Domingo, 21 de Junho de 2009

Coelho de Sousa: Se os prantos

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 

Se os prantos que já chorei

Os guardasse em alguidar

Uma olaria não dava

Para os meus prantos guardar

 

 

Que o sal do mar é de prantos

Diz o povo e com verdadde
Muito sal do mar é meu

Só por conta da saudade.

 

 

Mesmo que as fontes secassem

Nunca faltaria água

Prantos que choram são rios
inundando (?) o mar de mágoa

 

 

 

 

 

 

 

Tags:
publicado por DSousa às 00:50
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Coelho de Sousa: As saudades

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 





 

 

 

 

As saudades vão e vem

No correio do amor.

Que as saudades do meu bem

Já não cabem no vapor.

 

 

São do tamanho do mar

São tantas como as marés

Ninguém as pode contar
Mas por elas sei quem és

 

 

Tantas saudades eu tinha

Tantas saudades eu tenho.

A saudade será só minha

Para ter este tamanho?

 

 

Saudades de tudo e todos

Saudades sem terem fim

Eu não sei com estes modos

Se haverá saudade assim

 

 

Não há nuvem nem vento

Que me leve esta saudade

Espinho doce e tormento

 De ser quem sou de verdade

 

 

Acredita, esta verdade.

Meu amor, eu morreria

Se matasse a saudade

Que tenho de ti, Maria.

 

 

Tags:
publicado por DSousa às 00:35
linque da entrada | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Junho de 2009

À Rasoira

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 




 

Rasoira de pinho branco

Quantos alqueires mediste?

Agora não medes nada.

Que de velha, morres triste.

 

 

Esqueceram-te depois

De medires milho e trigo…

Tem paciência, rasoira,

Sucede o mesmo comigo.

 

 

Não vale a pena acabar

Esta vida assim tão triste.

Fizeste o bem que devias

Medindo o grão que mediste.

 

 

E com certeza mediste

O pão da esmola e da graça

Isso basta para a glória.

Tudo o mais é vão e…passa.

 

publicado por DSousa às 00:03
linque da entrada | comentar | favorito
|

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

.99counter

<
Add to Technorati Favorites
blogs SAPO

.subscrever feeds