Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

Coelho de Sousa : Hora de ceia

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 


 


 

 

Hora de ceia

 

 

Sobem os fumos dos casais

Quando o sol se vai morrendo.

São incensos milagrosos

Contra a acção de algum duendo.

 

 

E lá na curva dos montes,

Últimos raios, que brilho!

Dentro de casa há riquezas

Feitas só de pão-de-milho!

 

 

E nas faias cantam melros

Últimas preces. Não ouves?

Só deitas sentido à ceia

Feita de caldo de couves...

 

Oh! tarde não corras tanto,

Pára.Ou vai devagarinho...

Vem a noite e chega o frio

P'ra arrefecer o toucinho.

 

 

Nuvem negra amortalhou

finalmente o astro-rei.

Nesta noite que há em mim

Sei lá se me perderei!

 

 

Mas a lua não demora

E no ceu há muita estrela...

MInha fé, luz da candeia

Sobre a mesa é mais do que ela.

 

 

Pai nosso que estais no ceu,

Eu vou rezando e comendo

Pão e prece o alimento

Contra a acção de algum duendo!

 

Tags:
publicado por DSousa às 19:19
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sábado, 26 de Setembro de 2009

Coelho de Sousa: Cinzento

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 




 

 

 

Cinzento

 

 

O mar,

As plantas,

A chuva e o frio

que entram pela janela.

O armário e a barra

sobre um chão de cimento,

O meu casaco também,

E até uma estampa de Cristo
Tudo é cinzento

fora e dentro

desta sala de convento.

 

 

E com tanta cinza assim

( o que sou

e de que sou)

Não admira que estejam

a minha alma e coração

num passamento

de Inverno

terrivelmente cinzento.

Tags:
publicado por DSousa às 18:29
linque da entrada | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009

Coelho de Sousa: Quando partires

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 

 

 

Quando Partires

 

 

 

Quando partires um dia

Que espero seja tardio

Irá contigo a alegria.

Ficará comigo um rio

de amargo pranto e angústia

 

Há-de ser um tal vazio

do amor que nos uniu

E nossas vidas fundiu

 

Que julgo não resistir...

E por nós peço a Deus

(Deus me perdoe o pedido

Se não vale de atrevido)
Quero ir contigo aos Céus

Hei-de contigo partir!

Tags:
publicado por DSousa às 18:14
linque da entrada | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Setembro de 2009

Coelho de Sousa: O Dia

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 

 

O Dia

 

O dia verde e o sol a pino

Um milheiral espigado

O pão dos pobres
Que faz os cavadores

E a poeira de ser caminheiro,

Aos solavancos mas certo.

 

O dia de encontrar-te à mesa,

Sem tarde,

Sem noite

Embora as horas e as nuvens

Correndo a galope

 

 

O dia!
O dia do nosso amor!

Tags:
publicado por DSousa às 18:49
linque da entrada | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

Coelho de Sousa : Igualdade

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 


 

 

 

Igualdade

 

 

Meu novo mundo encontrado

Sem racismo, tudo igual.

Facho livre, sem estátua

Reza e canta, cada qual

 

 

E nem o céu é furado

Por agulhas de vaidade

Horizontal é a glória

Como sinto a saudade.

 

 

Ilha mãe...pão na mesa

Come o branco, o negro come

É do mar nosso conduto

E ninguém morre de fome

 

 

Toda a terra é leito doce

Para o sonho em que me encanto.

Há lugar para toda a gente

E do céu nos cobre o manto!

 

 

Tags:
publicado por DSousa às 16:55
linque da entrada | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Copelho de Sousa: Degolação

Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 



 

Degolação

 

 

Qual santo carunchoso sem ter nicho

Curtindo só as penas

Meti-me no casulo.Como um bicho

Ensimesmado apenas...

 

E nada mais que seja

o resplendor sonhado à minha fronte

Cortante, na bandeja

Deste martírio todo em que me conte!

 

publicado por DSousa às 15:53
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Coelho de Sousa: O que ama nunca teme

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 


 

 

 O quer ama nunca teme

 

Sigamos que o mar é nosso

Àvante! Que o mar nos chama.

Em terra ficar não posso

Sinto-me um Vasco da Gama!

 

Outros mares de mistério

Mais continentes e povos!

Que além do curvo sidério

Ficam outros mundos novos!

 

Para além do Bojador

E mil cabos de Tormrentas

Abre-se o mar de amor

Com que me prendes ou tentas.

 

Quero ver a Roxa Entrada

e o luzir de eterno dia

A vida assim é um nada

Vela rota em calmaria

publicado por DSousa às 15:50
linque da entrada | comentar | favorito
|

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

.99counter

<
Add to Technorati Favorites
blogs SAPO

.subscrever feeds