Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa: Tempo de ser

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 


 

 

 

Tempo de Ser

 

 

Fala das horas é conta

com que a vida vai somando

Tempo de ser, alma pronta

que só Deus sabe até quando

 

Se a tua mão for de sol

Hão-de ser raios os dedos

E o teu verbo seja o farol

do teu amor e segredos

 

 

Olho para ti adivinho

O que me queres dizer

Que não devo andar sózinho

Mas sentir no meu o teu ser

 

publicado por DSousa às 19:10
linque da entrada | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa: A pérola

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 


 

 

A Pérola

 

 

Procuro por não sei donde,

Dia a e noite, em terra e mar,

A pérola que se esconde

E que tenho de encontrar!

 

Quero ser rico por força

Do bem a que me destino.

Quem não procura ou se esforça

Nunca chega a ser divino.

publicado por DSousa às 18:24
linque da entrada | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa: É Primavera...

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 


 

 

 

 

 

 

 

Seja por Deus bendita

A Vida no Amor!

É Primavera! Grita

O sol, a planta, a flor.

 

 

 

Promessas, esperanças,

Ou ilusões fagueiras

Espera,sempre alcanças

publicado por DSousa às 18:56
linque da entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa : À Mãe doente

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 

 

 

 

 

Envelheceu-a o sofrimento
Mais que o tempo

E os olhos são espelho

enegrecido em luto.

 

Batendo porta a porta,

a sua fala

é prece e litania esmagadora:

 

Meu filho foi tão novo
para além...

Já não é comigo

Soldado.

Ai o infortúnio de não ter ninguém

que seja amigo mais que vinho e lodo

Que lhe valeu marchar

em continência

levando a fronte erguida

na parada

Se perdeu a vida

em nada?

O pai no catre chora
amargamente

Tal como eu agora

assim doente!

E os outros que eram meus

Que é feito deles

Partiram mesmo rumo, além

Oh! Deus

não me revolto e velo

Mas eu sou mãe

E custa tanto sê-lo

Buscando casa em casa

a rica esmola

que seja amor em brasa
e nos consola...

 

Que Deus vos pague em bem,

Senhor.

Soluça finalmente

a pobre mãe

doente,

em sua dor.

 

 

 

 

 

Tags:
publicado por DSousa às 18:22
linque da entrada | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa. Oh! gentes...

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 

 

Oh! gentes de pouco siso

Escutai que vem e passa

A trombeta do juizo:
Contra baixo da desgraça

 

 

Alto, rúbio e ardoroso

Será tormento ou alívio:

Vejam-no todo nervoso

É um tal chamado Olívio

publicado por DSousa às 17:57
linque da entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa: Par gozoso

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 




 

 

 

 

Par Gozoso

 

As quatro mãos se juntaram

Como ogiva muito erguida
E rezaram pela vida

 

E cruzaram-se os caminhos

Num ponto só amoroso

E sozinhos

par gozoso

 

 

Glorificavam melhor

um viver atormentado.

Tal amor.

Adorado

publicado por DSousa às 19:18
linque da entrada | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Coelho de Sousa: Senhor...

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 

 

Senhor,

Aqui me tens

Tal e qual como eu sou

Quase pleno com dois ou três talentos,

Os bens

Que o teu amor

doou

A um homem limitado

e cheio de tormentos

Por querer cantar um fado

Sem lamúrias nem paixões.

(Ansioso de ter alma pura e bela

Maior que estrela

e a melhor das canções.)

 

 

Aqui me tens

E sabes, Senhor

O meu desejo maior

Era nimbar a minha alma

Do luar da noite calma

do orvalho das manhãs

do canto dos rouxinois

E, mais que tudo, gozar

o calor de muitos sois.

 

Era ter o céu e o mar

sem nuvens negras e mais

horrorosos vendavais
Dentro de mim, infinitos

 

Era sentir

diáfanos os gritos

do porvir

aliciando o meu ser

para o encontro e prazer

de ti,

E ficar nimbado

banhado,

mergulhado

transfigurado

glorificado

do luar,

da manhã

do mar,

do canto do roxinol, do sol

De ti.

Amen

 

 

publicado por DSousa às 19:59
linque da entrada | comentar | favorito
|

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

.99counter

<
Add to Technorati Favorites
blogs SAPO

.subscrever feeds