Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Quatro Poemas do Rosário (IV)

DSousa, 12.02.07

 

Quatro Poemas do Rosário


Ao  meio do mar (I)

 

 

 

 

Andava o mar tão revolto,
Em ventania dispersa...
Um derradeiro pano ia solto.
Barco sem norte...
Em cada rosto a tristeza
Traçava os riscos da morte...

 

 

 

 

Onda a onda, um novo abismo...
Nem estrelas.
Noite fria.

Um girar de paroxismo
desprendeu todas as velas.
Vem tão longe o porto e o dia!

 

 

 

 

Sal dos olhos inundou
gota a gota os pescadores...
Mar de prantos aumentou
Vendaval, penas e dores... 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.