Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Dois Poemas num Adeus (IV)

DSousa, 06.03.07

Dois Poemas num Adeus

 

Adeus


Vamos, que a hora é chegada
é tempo de o amortalhar...



E os anjos cantavam
Aleluia
E os anjos clamavam
Hosana

 

 

Ao triste cantar da terra
responde o cantar do céu;
Todos lhe bradam: - Morreu!
E a todos o ouvido cerra.
 

 

 

E os sinos a tocar
E os padres a rezar,
E ela ainda a acalentar
Nos braços o filho morto,

 


Que já não tem mais conforto
mais sossego neste mundo
Que o jazigo húmido e fundo
onde há-de ir a sepultar.