Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Dois Poemas num Adeus (XIII)

DSousa, 24.03.07



Dois Poemas num adeus



Adeus







Ouvinte açoriano,
Dentro de todo o ano
Novembro é o mês do adeus
Que mais custa em nossa vida...



É mês que lembra os mortos
A quem adeus por despedida
Nós dissemos a chorar!




Adeus meu Pai... minha mãe!
Meu irmão...minha irmã.
Meu parente... Meu amigo...
Vou convosco...Vou contigo...
Nas asas duma oração;
A minh'alma... o coração...



Té o dia do encontro...
Que o amor é terno laço
Que ao céu nos há-de levar
Para em Deus nos abraçar...



Na morte não finda a vida
Que a vida se transfigura
na mais excelsa ternura
Da glória eterna de Deus!



E é esta a doce vida
Que há-de ser a nossa vida!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.