Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: O Grande Amor (IV)

DSousa, 24.08.07



(IV)





Mas se o oiro é mau caminho,
Antes tu venhas a ser
o pobre mais pobrezinho
De quantos pobres houver.


Iremos por esses montes
Altos e azuis como os ceus...
Que onde há frutos e onde há fontes
Está a mesa de Deus!


E quando a neve cair
E as seivas adormecerem,
Iremos então pedir...
Aceitar o que nos derem!

Andaremos à mercê
dos génios bons e dos falsos,
Léguas e léguas a pé,
Rotinhos, magros, descalços..

E onde houver urzes e tojos,
Pedras que rasgam a pele,
Porei o corpo de rojos,
Passarão por cima dele!






Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.