Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa : Ausência

DSousa, 28.08.08

 

 

 


Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 

 





 

 

 

 

 

Ausência


Trazia do olhar a vida ausente,

e o sol do coração não tinha quente!

Assim não era
a Primavera
Que a gente via
naquele sorriso...

Degraus de sombra densa em vão descera,
Ficaram dentro da alma a arder vulcões...

E agora a chuva toda de Setembro
Já não bastava para matar-lhe a sede...

E Deus quisera
lhe fosse um dia
a Primavera,
Um paraíso!

 

 

 

Trazia do olhar a vida ausente
E o sol do coração não tinha quente.

 

 

 


Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 



  Nota : Este poema prenche as páginas 17 e 18 dos "Poemas de Aquém e Além".

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.