Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa : Visão

DSousa, 30.08.08

 

 

 


Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 

 





 

 

 

Visão

 


 

Eu vi subirem sete espigas ao Altar
- Pontifical de Luz e Pão divino -
Onde a minha alma, só, dizia missa

O corpo... estava ausente
E o coração sangrava os restos dum combate.

Aquelas sete espigas eram grãos de sangue!

Milagre lento esta mudança
Do joio rubro em trigo branco.

E a luz era de sangue rubro...
Mas este sangue unido àquele sangue
Gerou o Sacrifício Grande.

E aquelas sete espigas no altar
Já eram pão unido a outro Pão,
Poema do além a levedar
Meu peito, a comunhão

E a missa nunca mais terminou.

 

17-4-954

 


Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.