Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa : Linha quebrada

DSousa, 14.10.08

 

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 

 

 


 

 

Não sei donde parti,
mas trago luas cheias em presságio
à minha noite ...e ao gozo

 

 

( Não resisti
ao contágio
venenoso)

 

 

Nem sei onde me leva  esta ilusão
Tremente
Que me oprime...

 

As minhas mãos irão
bater à porta dessa enorme tenda
Onde mora o crime?

Eu sei que tu existes

E procuras
Que eu seja o que me deste.

 

Que às minhas horas tristes
e escuras

Tu és a luz celeste.

Tu és quem és...

Eu sei.

Mas eu sou livre

E são de barro vil estes meus pés...

Oh! Deus chamaste... Eu fui. Fiquei. Jurei.
Agora ajuda a que me livre.

 

 

E saiba (ou não esqueça) donde venho
E onde vou
E...

 

Que eu guarde quanto tenho
E o que sou
Por ti.
E para ti.

 

 

 

S. Rafael 16-I-956

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/



 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.