Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Minha ilha

DSousa, 17.11.08

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 


 

 

 

 

Rocha de bruma esparsa ao meu sonho
Ou ilha de sereia no meu mar;

Quem há que te conheça e não te queira?
Que a tua cinza oculta uma braseira

 

Onde eu me aqueço íntimo e feliz
E a tua boca acerta quanto diz!

 

 

 

Não sei se te conhecem, minha ilha,

Quantos na vida passaram na flotilha

 

 

Dos anseios de viver e de ilusões...
Não sei o que dirão as multidões

 

De nuvens e de gente e de sonho e pó

Mas sei que bem estou contigo só.

 

 

Que seja a minha casa nesta rocha
Por onde passa bruma e desabrocha
 

Um cardo ressequido e muito triste

Que o fogo sob a cinza ainda existe

 

 

E o sol é meu amigo, há-de voltar
Voltou! É branca a ilha sobre o mar

 

s. Rafael 16-IV-956

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.