Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Anseio

DSousa, 14.01.09

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 







 

 

 

Sorrir, tempo de ser
a vida que a gente tem
Quem será que há-de morrer
Hoje ou depois de amanhã?

 

Vida breve, sincopante

Nas pautas do sim e do não.
Quem tem tudo, não tem nada
Se perdeu o coração.

 

 

Ergo a voz à partitura
de encontrar-me e de ser eu
Pois ando sempre à procura da melodia do céu

 

E logo o bálsamo é doce
E logo a nota é suave
Bastaria ser, se fosse
Asa leve e canto de ave

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.