Domingo, 22 de Janeiro de 2006

Dança São Sebastião (cont. # 3)


DIÁLOGO COM O IMPERA DOR


Diocleciano


Meu soldado, comandante
Das minhas guardas reais
Por onde andais tão distante
Que a minha corte deixais

S. Sebastião

Eu não deixei vossa corte
Nem vossa defesa senhor
Só que escolhi outro norte
Só Deus é o meu amor

Diocleciano

O que dizes não entendo...
Teu Deus é o Imperador
Que te governa e segura
Com tua fala me ofendo
Só eu sou o teu senhor
Que te dá glória futura!

S. Sebastião

Só Cristo é minha vida
Meu caminho e minha luz
Só N’Ele terei guarida
O seu amor me seduz


Diocleciano

Não digas mais!
Estás louco
Morrerás se me desprezas

publicado por DSousa às 10:54
linque da entrada | comentar | favorito

Dança São Sebastião (cont.# 4)


Nas minhas mãos vale pouco
Tua vida sem defesas

S. Sebastião

Até quando oh! Majestade
Perseguirás os cristãos!
Se eles são, na verdade
Os melhores cidadãos
Que tendes nesta cidade
E em todo o teu Império!

Diocleciano

Quem te deu essa ousadia
Que leva à rebeldia
De me traires assim?


S. Sebastião


Não entendes o mistério
É Cristo que está em mim
E me faz falar assim,
Sem temer o teu furor

Diocleciano

Só eu sou o Imperador
Que tu deves respeitar
E ajoelhado adorar!

publicado por DSousa às 10:50
linque da entrada | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2006

Migalhas: Egoísmo


Egoista é aquela pessoa que construiu à sua volta uma intransponível «muralha chinesa».


Tão alto na auto-suficiência e tão longa na prepotência que se torna insuportável.


Acaba por ficar só.


E não há nada pior que a solidão da soberba.



  • Não só se isola dos outros como

  • acaba por se isolar do próprio Deus.

Pois quem não tem relação humilde com Deus, acaba por rejeitar as relações humanas mais urgentes e necessárias à vida individual e social.


Reparemos que



  • os eremitas se isolaram da sociedade

  • mas não se privaram de Deus.

Jesus



  • isolou-se no deserto para iniciar a sua vida pública.

  • Sempre se retirou nas grandes horas para as grandes decisões.

Assim os grandes génios e santos.


Mas



  • quanto mais se isolavam com Deus e por Deus,

  • mais perto estavam dos irmãos no sofrimento e na alegria.




 


Não eram egoístas.





 

publicado por DSousa às 11:34
linque da entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito

Migalhas: Rotina


G. Moreau  O regresso dos argonautas






 


Ouvir sempre a mesma música ou o mesmo discurso,



  •  por afinada aquela

  • ou profundo este,

  • é cansativo.





Até a música dos pássaros ou o cantar das fontes, a voz do vento ou o discurso do silêncio, cansam.


Até, mais ainda, a palavra santa da Boa-Nova se não é tocada de graça divina e artística, satura.





 


Afinal a poluição



  • não é só de ambientes...

  • Águas e ares.

  • Veredas e esplanadas.

  •  Cidades e campos.

Também é



  • de ruidos de tímbalos e tambores,

  • de gargantas e línguas.





Há tanto miar que não é de gato e tanto pó que não é de escape.







O que é preciso é saber escolher e usar ambientes e comparsas.


Se o monólogo é solidão... A multidão, confunde.


E o diálogo tem de ser oportuno, bem soante, acolhedor e proveitoso.


 Assim descansa. Não enfada.

publicado por DSousa às 11:32
linque da entrada | comentar | favorito

Migalhas: rosas


 


F. Hodler  Autoretrato com rosas






 As rosas são sempre bonitas.


Mais em botão que muito abertas.


No mercado, e hoje por bom preço, ninguém as compra se não em botão.



  •  O seu perfume, o seu encanto, prendem-nos.

  • São delicadas sem deixarem de ser soberanas.

  • São femininas, rainhas.


E como tais merecem coroa.


 Ou são coroa muitas vezes, sobretudo brancas...


 Às vezes de oiro e também vermelhas.


De sangue na cor tantas vezes, dos espinhos que ferem a mão de quem as colhe ou a fronte de quem coroam.


Porque afinal não há rosa linda sem espinho fino.



  • Tal e qual a saudade.

  • Tal e qual a mortificação.

  • Tal e qual o amor.

E porque será que as rosas de Inverno se sobrelevam a todas as demais rosas do ano, ainda que estas sejam maiores e mais formosas?


Serão apenas segredos da Natureza?

publicado por DSousa às 11:28
linque da entrada | comentar | favorito

Dança São Sebastião (cont.#2)


1° Apóstolo


 E serás por Deus
nos Céus Eternamente premiado.


 Côro


Viva S. Sebastião
Que se converteu a Cristo
E lhe deu o coração.
Num milagre jamais visto.
Viva o nosso padroeiro
Já do céu aqui na terra.
E que livre o mundo inteiro,
da fome, da peste e guerra.

publicado por DSousa às 11:12
linque da entrada | comentar | favorito

Dança São Sebastião (cont.)


S. Sebastião


Se proclamais a verdade
Sem temer a crueldade
Do César, Imperador,
Eu também quero seguir
E para sempre servir
A Cristo, Nosso Senhor.


2º Apóstolo


Não terieis melhor sorte.
Vem connosco, irmão, amigo
E Jesus será contigo,
Para a vida e para a morte.


S. Sebastião


Mesmo embora perseguido
Até à morte ou degredo,
Aqui estou decidido.
Sigo a Cristo sem ter medo.


Apóstolo


Deus não falta a quem promete.
Deus prometeu ajudar
Quem logo se compromete
Bem firme e sem duvidar.


S. Sebastião


Aqui me tens, ó meu Deus,
Para sempre a ti confiado.

publicado por DSousa às 10:36
linque da entrada | comentar | favorito

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds