Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: História em quadras (VI)

 

História feita em quadras

 

Nossa Senhora quereis
Ser mãe de Deus e da Graça?
-Seja assim como dizeis,
Como Deus quer que se faça...

 

 

Nossa Senhora da rua
De Nazaré a Belém
A candeia é a lua
Pelos vales de Salem.

 

 

 

Nossa Senhora mendiga
A pedir desavergonhada...
Mas não há quem lhe não diga
Para ti não há pousada.



Nossa Senhora sózinha
entre animais aquecida.
Já a hora se avizinha
vai nascer do mundo a Vida. 

 

 

Nossa Senhora da sombra
Dum curral feito ruína,
O milagre o céu assombra
pois é mãe esta menina.

 


 

publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: História em quadras (V)

História feita em Quadras

 

Nossa Senhora de casa
A casa toda ordenada
A ceia quente nem brasa
E a roupa toda lavada.

 

 

Nossa Senhora da aldeia
Na sua roca a fiar.
Massaroca a lua cheia
Os fios são de luar

 

 

Nossa Senhora da água
fonte pura a correr tanto,
Que não sei se a fonte é mágoa
se a água é fonte e é pranto.

 

 

Nossa Senhora da escuta
da fala que o anjo traz.
Ela diz palavra curta
Com letras feitas de paz.

 

 

publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
Domingo, 12 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: Uma história em quadras (IV)

UMA HISTÓRIA FEITA EM QUADRAS

 

Nossa Senhora bébé
No seu bercinho a dormir
Por favor não bata o pé
Pode a menina o ouvir...

Nossa Senhora está rindo
Não se sabe para quem...
Mas que sorriso tão lindo!
É um anjo que lá vem.

Nossa Senhora bébé
Com um bibe cor de rosa.
Ai que linda que ela é
E já anda pressurosa!

Nossa Senhora menina
com um manto imaculado.
S. José viu-a tão fina
ficou logo enamorado
.

publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: Uma história em quadras (III)

Uma história feita em quadras

 

Nossa Senhora nasceu.
Foi-se a noite e vem o dia.
Par em par abriu-se o céu
findando do mundo a agonia.

Nossa Senhora nasceu.
como nasce a branca estrela
Lá no mais alto do céu...
E o mundo nasceu com Ela.

Nossa Senhora nasceu.
Nasceu com Ela a esperança
de ser um dia o céu
Pertença da nossa herança.

 

 

Nossa Senhora nasceu.
Dorme agora um sono lindo!
E tem a alma no céu
Num sonho de amor infindo.

publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: Uma história em quadras(II)

Uma história feita em quadras (II) 

 

E no entanto, eu quisera
ser criança nesta hora
P'ra cantar às criancinhas
A história da primavera
numa vida só de quadras
Vida de Nossa Senhora!

 

Meus meninos vinde agora
ouvir história tão linda...
Deixai brinquedos lá fora
que é pequenina esta história
muito embora
tal história seja infinda.

publicado por DSousa às 02:18
linque da entrada | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: Uma história em quadras (I)

Uma história feita em quadras

 

Gostava de ser criança
Para contar às criancinhas
feita de luz e bonança
de muito sol e luar
e margaridas branquinhas...

 

Gostava de ser criança
e ter a voz de menino,
com um sorriso de amor...
na fala um fio de esp'rança
em busca do meu destino,
meu destino! oh! meu Senhor!

 

Mas criança, já não sou...
As primaveras rodaram,
mais de 30 sobre mim...
O tempo veio e passou.
As primaveras levaram
sonhos lindos sem fim.

publicado por DSousa às 10:55
linque da entrada | comentar | favorito
Sábado, 4 de Novembro de 2006

Coelho de Sousa: Variações sobre o Mar-Espelho (VII e último)

Calderon de la Barca afirmou

El mejor amigo, el mar!

Muito mais quando nele está embarcada a fonte da amizade,
Cristo,
rei e centro de todos os corações
para a pescaria divina
nas malhas do amor eterno.
Também eu digo, com Ruben Dario

Mar! Mar fraternal! Mar santo;
Mi alma siente la influencia de tu alma invisible...

Mar! O Mar.
Arremedo tenebroso da insondável eternidade!

Mar! O mar.
Um céu de água
onde Cristo embarcou,
por entre o bem e a mágoa
da barca-em-cruz
que nos levou
ao porto da sua luz!
Mar! Oh! Mar dos Açores
em pescaria de amores
nas redes do amor
De Cristo, Nosso Senhor!
Tags: , ,
publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds