Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Coelho de Sousa: Anseio (III)

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 


 

 

 


 


 

 

 Já vês Tomás de Aquino o que importava:
Ser poeta do silêncio e da clausura;

 

 

Rasgar meus hinos como então rasgava

o grande santo, humilde Boaventura

Cantar à boca cheia a partitura
Do amor silencioso que cantava
A sua santidade em grande altura
E nada mais, por isso já bastava.

 

 

Versos de fogo e sangue e luz e preces,
O verdadeiro pão de louras messes
A vida, o paraíso, a eternidade...

 

 

Tudo o que é grande e belo, o próprio Deus,
Tomás de Aquino, eis, quanto em versos meus,
Queria que ocultasse a humildade!

 

Salamanca 17- I - 953

 


 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 

 


 

 

 

Tags:
publicado por DSousa às 13:45
linque da entrada | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Julho de 2008

Coelho de Sousa: Anseio (II)

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 


 

 

 


 


 

 

Anseio (II)

 

Porém, agora atende, quão diversos
Nos encontramos frente a frente: és santo,
E eu, nem sei rasgar meus pobres versos.

É que rasgá-los era a humildade.
E eu não posso. Não.Pasma de espanto
E escuta a ousadia da vaidade:

Queria que os meus versos fossem fogo
Purificando a terra num momento,

 

Queria que os meus versos fossem pão
E assim, das almas grandes alimento;

 

Queria que os meus versos fossem lírios
Plantados no jardim do meu Senhor;

 

Queria que os meus versos fossem chave
Abrindo o Paraíso a toda a gente;

Queria que os meus versos fossem tudo
E não são mais que nada simplesmente.

 

 


Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/



 

Tags:
publicado por DSousa às 00:08
linque da entrada | comentar | favorito
Domingo, 13 de Julho de 2008

Coelho de Sousa: Anseio (I)

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 


 

 

 

 

 

 

Anseio...

 

Coração de Deus.
Coração de barro

 

 

 

Tomás de Aquino, um dia Boaventura
À sua frente os hinos seus rasgava.
Compunhas tu do amor a partitura
E ele em humildade se escaldava.




Inspiração e ciência conjugava

a tua santidade em grande altura.

Não menos santo era o que ocultava
Os hinos seus debaixo da veste escura...

 

Tags:
publicado por DSousa às 00:41
linque da entrada | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Julho de 2008

Coelho de Sousa : Vilancico

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 


 

 

 

Vilancico

 

 

Adoremos

 

 

 

Ei-los

Como se fossem ciganos
Abrigados no ventre duma rocha...

Calcorrearam caminhos,
Rezando as ditas que os profetas levam
através dos séculos...

Belém.

Iluminou-se a treva;

Aqueceu-se de amor, o frio humano;
E cataratas celestes de canto angélico
Anunciam
Paz! Paz! Paz!

Jesus nascido está dormindo,
A Virgem forte
E o Varão justo
Adoram...

Adoram no amor infindo.

Adoremos.

 

 

Salamanca 10-XII-952

 


 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 

 


 

 

publicado por DSousa às 00:00
linque da entrada | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Julho de 2008

Coelho de Sousa : Presença

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 

 

 


 

 

 


 


 

 

 

Presença

 

A minha mãe com saudades

 

 

Minha mãe, não se passa uma hora
Sem me lembrar de ti. Quando medito
Ou choro ou canto aos lábios meus aflora
Teu nome santo, mil vezes bendito.

 

 

Té no momento em que o Infinito
Se incarna em minhas mãos e a alma adora,

Sinto vibrar em mim, imenso grito:
Por tua mãe; agora e sempre, agora!

 

 

Salamanca , Dez.1952

 


 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 

 


 

 

 

Tags:
publicado por DSousa às 00:42
linque da entrada | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

Coelho de Sousa: Eu sou a luz da candeia

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 


 

 

 


 

 

 

Eu sou a luz da candeia
Trazida à Casa de Deus

 

Eu sou a luz da candeia
de mãos postas noite e dia;

 

Eu sou a luz da candeia
Chama de anjos consumida;

 

Eu sou a luz da cadeia
Luz da luz um convite.

Eu sou luz da candeia
Luz da luz um abraço...

 

 

 

Eu sou a luz da candeia
Sou a luz do Lar da VIda

 

 

 

 

Salamanca
22-XI-952

 


 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 

 


 

Tags:
publicado por DSousa às 00:04
linque da entrada | comentar | favorito
Sábado, 5 de Julho de 2008

Coelho de Sousa:Evocação

 

 

 

Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/
 

 


 

 


 

 


 

 

 

 

Evocação

 

Ao despertar o dia 20-XI-952
Salamanca

 

 

Minha mãe, que está tão fria
Esta manhã salmantina!
Se estiveras tu aqui
não seria tanto fria...

 

Tinha o calor dos teus beijos
Despertando de mansinho
Os meus olhos sonolentos
E a tua voz carinhosa
Avisando muito baixinho:
Vamos, filho. O sol é nado...
E já tocou para a missa.
Olha que as almas esperam;
E de esperar também se cansam...

 . . . .  ... . . . .  .

Minha mãe está tão fria
esta manhã salmantina!
Se estiveras tu aqui
Eu levantava-me logo
Ao sentir os teus beijos quentes!...

 

 

20 -XI-952

Salamanca

 


Atenção: Mais duas novas páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 

 

 

sinto-me: evocação
publicado por DSousa às 00:11
linque da entrada | comentar | favorito

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds