Terça-feira, 11 de Agosto de 2009

Coelho de Sousa: Comunhão

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 



 

 

Comunhão

 

 

Pus as mãos, olhei o céu

Para te ver e tocar...

Apanhei, igual ao meu

Teu coração, no olhar

 

 

 

 

Com saudade indefinível

o que disseste, relembro

Tua palavra era doce

Como as uvas de Setembro!

 

 

 

 

E a palavra e mais a ideia

se unficaram alfim

Divinizando-me. Agora

És tu que vives em mim.

Tags:
publicado por DSousa às 00:55
linque da entrada | comentar | favorito
Domingo, 9 de Agosto de 2009

Coelho de Sousa: Harmonia

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 






 

Harmonia

 

 

Pasmada a terra e o mar

No sonho do meio dia...

Quem será que há-de deixar

O sabor desta harmonia?

 

Fica-se a gente sonhando

O mistério de algum dia...

Hei-de sonhar até quando
Se acabar esta harmonia.

 

Harmonia! Esta pausa,

E notas mil em compasso

É clave-sol, minha causa

Na composição dum abraço

 

E mais ninguém seja solo

Nesta harmonia em que afino

Pois basta seres o consolo

Nesta harmonia, destino

 

S. José, 28-IV-964

Tags:
publicado por DSousa às 00:44
linque da entrada | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Agosto de 2009

Coelho de Sousa : Quadras

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 




 

 

Quadras

 

 

Não fale o mar que não ouço

Os segredos que ele conta.

Dão-me de resto os segredos

Que trazem minha alma tonta

 

Com o amor não se brinca

Pois dele se morre à mingua...

(Fava rica,quem a trinca,

Por ela se morde a língua.)

 

Mas o amor o que tem

A gente gosta vive e cala...

Que só, no mundo,o de mãe

É amor que obriga à fala

Tags:
publicado por DSousa às 00:31
linque da entrada | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

Coelho de Sousa: Por este amargo...

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 







 

 

 

 

 

Por este amargo...

 

 

Por este amargo de boca

Flor de martírio apoquenta.

Pois não será coisa pouca

Mergulhar-se na tormenta.

 

E talvez não ter bem cheia

A mão da vida feliz.

(Verbo e luz,antiga ceia

Se renove ao que não fiz)

 

Surte-se o páramo-anseio,

E no entanto o momento

de ser esvai-se. Receio

o que seja e me atormente

 

A chaga na mesa posta

Goteja o doce convite;

A boca amarga a resposta,

martírio que não hesite

 

 

Ser quanto seja: alma boa
Voto formulado. Então

Reabre a flor e ecoa

Do meu ser em amplidão.

 

7-II-963

Tags:
publicado por DSousa às 00:49
linque da entrada | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Coelho de Sousa: Quadras

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 






 

Quadras

 

Chore o adeus que não é

Um anseio quebradiço

Terra ardente, firme o pé

Que do mais nem pensar nisso.

 

 

Meu coração em trespasse

Por esta cantiga solta.
Digam lá que amor se passe

Para o sonho que não volta!

 

 

Tempo de mim que não corre

Como queria que fosse...

A sorte joga-se e morre

Em delírio argênteo e doce.

Tags:
publicado por DSousa às 00:35
linque da entrada | comentar | favorito
Sábado, 1 de Agosto de 2009

Coelho de Sousa : Solidão

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 






 

 

Solidão

 

 

Nesta harmonia, e meu solo

Que mais seja, não o digo

Para oásis de consolo

Bastam segredos comigo!

Tags:
publicado por DSousa às 00:55
linque da entrada | comentar | favorito

.

.

.Pesquisar neste blogue

 

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Últimas Entradas

. Seis horas antes

. SOBRE A BREVIDADE DA VID...

. Horas antes

. Da cor do gira-sol

. ...

. Logo

. Como a luz...

. Alamo Oliveira: Coelho de...

. O testemunho de Álamo Oli...

. Sacerdote

.Arquivos

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.Tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds