Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Seis horas antes

DSousa, 25.11.14
Maria,
Enquanto dormes um momento só
Nessa agonia
Lenta
Que te mirra a vida
Em menos que pó,
Minha alma agradecida
Experimenta
O que há-de ser um dia
O meu viver sem ti:
Temendo a solidão aqui.
Há-de haver caldo em nossa mesa.
Há-de voltar o sol à escuridão
em que te esvais
E com certeza
As flores que plantaste crescerão
Iguais
No teu jardim.
Mas há-de haver também
E muito mais
Dentro de mim
Uma saudade enorme dos teus olhos, mãe.