Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Ao vento

DSousa, 23.07.09

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 






Ao Vento

 

 

Ventania agreste

Eu sei que vens de Deus mandada lá do alto

Mas desceste

Uivando como um cão raivoso à minha porta…

 

Gritaste em desespero

Como fora alma penada

Que o vaguear constante não suporta

 

Passaste no jardim como um incêndio frio

 

Tu vens de Deus mandada

Mas quando passas

Não deixas ficar nada…

 

Nem ao menos o silêncio

Com que gostava de te ver passar

 

Ventania agreste,

voltando à minha porta, poderás cantar

mas não uivar que metes medo

E se és alma penada,

Vai-te esconder depressa num rochedo

Muito distante, além do mar

 

Assim não voltes mais

Que levas tudo…até meus ais!

 

 

S. Rafael, 2-11-954

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.