Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Senhor...

DSousa, 13.10.09

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 

 

 

Senhor,

Aqui me tens

Tal e qual como eu sou

Quase pleno com dois ou três talentos,

Os bens

Que o teu amor

doou

A um homem limitado

e cheio de tormentos

Por querer cantar um fado

Sem lamúrias nem paixões.

(Ansioso de ter alma pura e bela

Maior que estrela

e a melhor das canções.)

 

 

Aqui me tens

E sabes, Senhor

O meu desejo maior

Era nimbar a minha alma

Do luar da noite calma

do orvalho das manhãs

do canto dos rouxinois

E, mais que tudo, gozar

o calor de muitos sois.

 

Era ter o céu e o mar

sem nuvens negras e mais

horrorosos vendavais
Dentro de mim, infinitos

 

Era sentir

diáfanos os gritos

do porvir

aliciando o meu ser

para o encontro e prazer

de ti,

E ficar nimbado

banhado,

mergulhado

transfigurado

glorificado

do luar,

da manhã

do mar,

do canto do roxinol, do sol

De ti.

Amen

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.