Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

...

DSousa, 17.07.13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                 Soltas

 

O meu amor não carece

Sobre a luz qualquer fronteira

Se o fogo que arde é de prece,

Deixem arder a fogueira

 

Eu também tenho direito

de dizer: isto é meu.

Eu sou dono de uma nuvem

Que vai correndo no céu.

 

Quantas ondas tem o mar

Quantas estrelas o céu?

Ninguém as pode contar,

Muito menos posso eu.

 

Cantigas ao sol de Maio

São contas do meu rosário

Com elas de engano saio

Contra mim e o mundo vário.

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.