Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

SE

DSousa, 29.10.13

 

 

 

                        Se

 

Se o barco para andar de continente

em continente fosse todo aberto

a conquistar estrelas subtilmente,

 

Em soma de rosário de oiro ou se a

maré beijasse o meu sonho deserto

Sem turbilhão que fosse a grande nausea,

 

e a rede bem cerzida não rasgasse

a pesca na direita e certo o leme,

volvida ao sol-manhã a rubra face,

 

Como pendão real no alto mastro,

Seria então um marinheiro indemne

Aureolando a vida no teu rasto.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.