Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

"Migalhas": A alegria liberta

DSousa, 18.04.05

leonardo davvirgem dos rochedos.jpg

Ser alegre é um dom maravilhoso com que a natureza nos enriqueceu.


 A verdadeira alegria é expansiva. Dá-se. Não se fecha egoisticamente em si.


 Ter alegria e comunicá-la é tornar o próximo participante dos nossos êxitos e satisfações.


Porque a verdadeira alegria é harmonia, equilíbrio, amor.


E o amor autêntico nunca se conjuga no singular nem de trombas caídas.


Ainda que o trabalho pese, o sacrifício incomode, o contratempo dificulte, a verdadeira alegria é pacífica, confiante, corajosa.


E não se trata de alegria tantas vezes, forçada como a do sagaz palhaço, que faz rir, quem sabe, com vontade de chorar.


Ninguém nos pede que sejamos palhaços.


Mas os santos sabiam rir, espiritualmente, na hora do martírio ou provação dolorosa.


E nós temos vocação de santos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.