Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: O Mar e a Dor (III)

DSousa, 09.10.06

 

O Mar e a Dor (III)

 

E o mar guardava segredos
Como escondia procelas,
Pois não dizia aos rochedos
O seu amor às estrelas...
 
Oh! mar imenso! Oh! mar lindo
Quem poderá celebrar
O teu encanto infindo
Que a mim me faz encantar!
 

 
Mas o milénios rodaram
E aumentaram suas águas,
Suas ondas se salgaram
dos nossos prantos e mágoas
 
E já do céu as estrelas
Não desciam para o banho
Pois vieram as procelas
Mais o dilúvio tamanho.