Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa :Reportagem

DSousa, 13.12.08

 

 


Atenção: Mais páginas de poesia no
padrecoelho.googlepages.com/

 


 

 


 


 




 

 

Grilos, cantam lá fora a melopeia eterna

Do vosso gri gri
ao luar.

Aqui
Monotonia suprema
dum relógio
Com tensão altíssima

no andar.

 

 

 

E a luz amarela
a bater de chapa
fazendo ao lápis e aos dedos
O arabesco

dos meus segredos
de aguarela.

 

Um calendário parado

Ficou em Maio;
Num boneco arreganhado
Para uma rosa em desmaio
 

 

Há livros e postais
Dispersos sobre a mesa

Há dois sobrinhos vindo
e um terceiro que reza

 

Lá fora um mar de grilos
Grigri, grigri
Aqui,
Os trilos
da minha ilha encantadada
onde eu vou
E tudo o que é meu,
É meu
E eu sou. Sou.