Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa: Natal- A noite e o dia (III)

DSousa, 05.01.08


(III)





Eu sinto a tua ausência tal e qual
à veia surge o sangue para viver.
E sofro duplamente este meu mal:
Querer o que não devo e dá prazer.

Não sei quem tenha sorte à minha igual,
Por mais que me lastime e sem conter
O pranto e o gosto assim paradoxal.
E que é tormento enorme o ser-não-ser .


Não creio como pão me venha a pedra
Que assim de engano a alma não se engendra...
Espero o teu convite para a boda.

E rei serei também de anel ao dedo
e ceptro manejando forte e ledo
Em trono e casa cheia a vida toda.