Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

ÁLAMO ESGUIO

Tributo à memória e à obra religiosa, artística e cultural do P.e Manuel Coelho de Sousa (1924-1995), figura cimeira da Igreja e cultura açoriana do século XX, como padre, jornalista, poeta, professor, orador, escritor,dramaturgo e animador cultural

Coelho de Sousa - Ante o Presépio (V e último)

DSousa, 25.01.08


(V)





Quem alegra a juventude?
E quem ampara a velhice?
É da mãe tanta virtude
Pelo bem que fez e disse!

Não é rosa nem estrela
Nem só gota ou migalha
Outro bem igual a ela
Não tem o mundo que valha!

Pedi às rosas disseram
O que mais queriam ser
E as rosas me responderam
Ao menos mães parecer...

O melhor que a rosa encerra
Mais que a graça é o perfume
Pois o perfume da terra
É na mãe que se resume.

Violeta quantas vezes
Escondida vida fora
Paciência nos revezes
Alegria a toda a hora.